29 de dezembro de 2010

Retrospectiva 2010

.
Chego ao final de 2010 com o sentimento de que, assim como em 2009 (o melhor ano de minha vida), fiz valer a pena. Cobrei muito de mim mesmo para que, no fim da jornada, a colheita fosse boa. Colhi bons frutos da profissão, das novas amizades, do convívio familiar. Como quem vai à guerra, tive baixas em determinadas batalhas, porém, na fé de que recebi o auxílio divino nas minhas escolhas, tudo terminou bem.

Para quem amargou uma separação, há quase três anos, comecei 2010 com uma namorada  que hoje vive em São Paulo capital  e terminei o ano com outra. Duas mulheres fantásticas, que em muito contribuíram para meu crescimento como homem. Foi também neste ano que realizei dois desejos antigos: a compra de um carro zero e a sonhada viagem a Machu Picchu, no Peru. É para realizar sonhos que trabalhamos, senão de que valeria passar 11 meses por ano ouvindo cobranças e reclamações (tantas vezes injustas) do chefe?

No jornal, perdi algumas batalhas, mas quem não perde? Contudo, triste por não ter crescido tanto quanto esperava, comemorei em 2010 meu retorno ao jornal impresso e, melhor, à editoria de Política. Sigo firme para 2011 e com o anseio de escrever cada vez melhor.

Como cronista, 2010 não foi tão bom quanto 2009. Escrevi 22 crônicas, contra 47 do ano passado. Se considerar minha estreia como blogueiro de O Diário, com a página "Café com Jornalista", o número de crônicas está de bom tamanho. Não é fácil encontrar disposição para alimentar dois blogs. E é certo, saibam disso, que o ânimo para isso veio do feedback dado nos comentários e das palavras de incentivo de cada um de vocês, que acompanham o que escrevo.

Fecho 2010 com o sentimento de que fiz o suficiente, mas com o pensamento de que em 2011, ano em que completo 30 anos, devo fazer ainda mais. Concluir o primeiro livro está nos meus planos, cobrem-me quanto a isso. Deixo aqui, então, a lista das sete crônicas que mais curti escrever ao longo deste ano. Se possível, dê seu voto (em forma de comentário) para aquela que te agradou mais. Vou contabilizar também os votos (se houver) dados no Twitter, Facebook e Orkut. Depois publico o resultado. Feliz 2011 a todos. Que Deus nos abençõe.

***
Escolha a melhor de 2010

- A Conspiração (ACREdite)
- A Parábola do Velho Boi
- Camilas, Vanessas e Grazielas
- Das Auto
- Chora, me liga
- As mulheres vão dominar o mundo
- Iracema vai se casar
.

4 comentários:

LF Cardoso disse...

Por considerar partes desse texto um pouco exageradas, fiz algumas alterações na primeira versão da crônica. A essência, porém, segue a mesma. Um feliz ano novo a todos!

Do autor.

Anônimo disse...

Para mim 2010 tambem foi um anomuito bom. Mas a gente sempre tem expectativas de que o proximo seja ainda melhor.

Parabens pelas conquistas, um carro zero e uma super viagem nao e para qualquer um nao.

Quanto a sua lista de cronicas, gostei bastante daquela do Acre!

Sucesso em 2011, abracao.

Luana Caroline.

Viviane disse...

Parabéns pelas vitórias deste ano, meu amigo! Desejo que em 2011 TODOS seus planos sejam bem sucedidos.

[por e-mail]

César Moreno disse...

Prezado Luiz Fernando:

Sou um apreciador das suas crônicas e da sua forma compreensível de escrever. Desejo sucesso, saúde, paz em 2011.

Dr. César Moreno, advogado.
[por e-mail]

Quem está na cola do LF