25 de novembro de 2011

Um pé na África

.
Nos tempos de faculdade, quando Orkut não era nada além de um nome oriental e YouTube não existia, uma das diversões na internet era receber e-mails com perguntas de amigos. A gente lia o questionário, apagava tudo para incluir nossas respostas para as mesmas perguntas e, depois, enviar para uma outra dezena de pessoas.

Hoje taxado como spam, esse tipo de e-mail era um dos principais passatempos de uma época virtual não tão distante assim. A diversão top, claro, era o extinto mIRC.

Naquela época, esses questionários traziam quase sempre as mesmas perguntas, entre elas: quem você levaria para uma ilha deserta? Qual sua comida favorita? O que você pensa da pessoa que te enviou este e-mail? Essa era uma pergunta especial, talvez a melhor do questionário. Dependendo da resposta da moça, você poderia partir para o ataque. Atualmente não, as pessoas ficam se cutucando no Facebook para demonstrar interesse.

Das perguntas daqueles longos questionários, gostava de uma em especial: "você já esteve na África?" Respondia que não e a cada resposta negativa a vontade de conhecer o continente dos leões, leopardos, elefantes e girafas crescia um pouco mais. Foi crescendo, crescendo e virou sonho. Passei a desejar pôr os pés em solo africano. Ah, como eu queria ser como aqueles apresentadores dos canais da TV a cabo, com suas mochilas nas costas, apresentando as maravilhas dos safáris para o resto do mundo.

O tempo passou e o sonho deixou de ser algo tão distante, impossível de ser alcançado. Passados mais de dez anos desde aqueles bons tempos de "arroba bol", de ter um @ para ser alguém (operador) no mIRC, vivo a expectativa da realização de um sonho. A contar da data desta crônica, dentro de uma semana estarei no aeroporto, em São Paulo, aguardando voo para a África do Sul.

O destino será a bela Cidade do Cabo, por lá chamada de Cape Town (foto). A desculpa para gastar o pouco que consegui economizar – porque pobre não pode se dar ao luxo de viajar para o exterior por mera diversão – é um curso intensivo de inglês, visando a ganhar fluência no idioma. Os velhos questionários por e-mail ficaram no passado, mas quem se importa? Graças ao YouTube, tive acesso a dezenas de vídeos sobre o que me espera do outro lado do oceano.

***
Clique aqui para ver o vídeo que inspirou esta crônica.
.

Um comentário:

tais ac filha do rei disse...

oi primo que coisa né voce foi e voltou e so hoje é que eu vim aqui cometar seu texto
as fotos da a frica gostei muito e agora depois de estudar um pouco por aqui antes de ir dormir te mando um ola.
Ja estou em Guarapuava me preparando para o concurso

Quem está na cola do LF